sábado, 6 de fevereiro de 2010

PAINEL SOLAR FEITO COM CABELO

Milan Karki, um garoto de 18 anos que vive em uma vila do Nepal, resolveu investir na geração de energia elétrica para sua casa e, posteriormente, para seus vizinhos também. Por morar em um dos lugares mais pobres do planeta, onde o acesso a energia elétrica varia entre impossível e complicado, o primeiro impulso do garoto foi procurar por materiais baratos e por modelos sustentáveis.

Assim, Milan teve a ideia de usar cabelo humano em vez de silício- material caro normalmente usado na confecção de painéis solares - para criar seu protótipo. Ele acredita que a melanina do cabelo, além de sensível à luz, funciona como um condutor e que, graças a essa troca, cada equipamento custaria cerca de US$38 e produziria 18 watts.

De acordo com o Daily Mail, o garoto teria dito que, se produzidos em massa, o preço cairia pela metade, o equivalente a um quarto do valor dos produtos semelhantes que circulam no mercado. O painel solar alimentaria baterias e pilhas que forneceriam luz por toda noite.

Milan quer investir na produção em massa da sua invenção por pensar que, em tempos de debate sobre mudanças climáticas e fontes de energia limpa, ela se torna ainda mais relevantesuper.abril.com.br/blogs

Nenhum comentário:

Postar um comentário