terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

INSTITUTO IDEAIS PLÁSTICOS BIODEGRADÁVEIS


Instituto é criado para facilitar o entendimento dos plásticos biodegradáveis e testar a autenticidade dos materiais

Os brasileiros utilizam, por ano, 15 bilhões de sacolas plásticas. O destino de todo esse material e o impacto causado no meio ambiente são temas de discussão no mundo inteiro, devido ao descarte incorreto quanto a sua longa permanência na natureza. Atualmente, o mercado oferece algumas soluções para reduzir esse impacto, mas ainda há dúvidas por parte da sociedade e dos governos em como criar novos hábitos e como saber se estão recebendo de fato uma embalagem plástica biodegradável. Por isso, foi criado o Instituto Ideais – Instituto de Incentivo e Desenvolvimento de Embalagens Ambientais, Inovação e Sustentabilidade –, para ajudar na discussão do uso de plásticos biodegradáveis.

Formado por cientistas, pesquisadores, ONG´s e fabricantes de embalagens plásticas degradáveis (hidrobiodegradáveis, oxibiodegradáveis, hidrossolúveis), o Instituto Ideais surgiu para apoiar pesquisas e desenvolvimento de tecnologias e materiais, contribuir para a fiscalização no uso de materiais e tecnologias através de testes e laudos, além de promover a educação ambiental, o consumo consciente, o descarte correto, a reciclagem e atuar junto ao poder público na normatização e na certificação de plásticos degradáveis.

Entre os principais nomes do instituto está o Prof. Dr. Telmo Ojeda, engenheiro químico do Instituto Federal do Rio Grande do Sul, uma das principais autoridades nos estudos sobre a utilização de plásticos degradáveis, com artigos publicados em conceituadas revistas científicas internacionais. Destaque também para o engenheiro Fernando Figueiredo, responsável pela introdução pioneira no Brasil de sacos plásticos compostáveis em 2002. Fazem parte dos membros fundadores a Funverde, a OPA, a EcoSigma e empresas detentoras das tecnologias, materiais e aditivos certificadas.

Ascom Instituto Ideais INS
Site Ambiente Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário